Thursday, April 14, 2005

 

Jornalismo Online e Identidade Profissional do Jornalista

Em parceria com Cristina,Áurea,Elisabete

Este texto analisa as transformações pelas quais os jornalistas tem que passar, para se adequar as novas mudanças provocadas pela internet. A produção de notícia em rede altera um mercado profissional regulamentado pela tradição. Para alguns pesquisadores, a internet inaugurou uma nova mídia, para outros, não passa de um conjunto de canos por onde passa a informação, porém, ninguém pode negar que a internet é um meio de comunicação legítimo dentro de um universo visual em expansão.Textos, sons e imagens podem ser lidos e ouvidos em qualquer lugar do planeta, modificando o tratamento da informação e alterando o modo de produção jornalístico. Especialistas vêm chamando este processo de midiamorfose.A internet levou quatro anos para chegar, onde a televisão levou 13 o rádio 35. Nenhuma empresa de comunicação pode ignorar a internet sem colocar em risco sua própria sobrevivência. Segundo Roberto Irineu Marinho, vice-presidente das Organizações Globo, nenhum grupo de comunicação tem futuro se não se interligar na rede e souber utiliza-la para se aproximar ao máximo possível do público, satisfazendo todas as suas necessidades de informação, entretenimento e serviços.Jornalista ou Produtor de ConteúdosHá pouco tempo atrás o profissional do jornalismo foi surpreendido por uma liminar, que dá o direito à qualquer pessoa exercer a profissão de jornalista. Essa notícia abalou a classe, e deixou muita incerteza e medo no ar.Hoje os jornalistas são novamente alvo, de um problema que parece, mais preocupante do que a questão dos diplomas. A digitalização da informação, antes era pensada como um complemento do impresso, e uma nova maneira de se fazer jornalismo, acabou se tornando a grande vilã, dos veículos e profissionais de comunicação.É cada vez maior o número de site que disponibilizam conteúdos informativos na internet. Sem contar que a maioria destes sites não são produzidos por profissionais, com formação acadêmica.A maioria desses "operadores de internet", ainda copiam o conteúdo dos grandes portais informativos. Não apenas os jornalistas que se prejudicam. Os leitores são outras grandes vítimas dessa notícia mal elaborada, mal apurada, e sem credibilidade.É preciso rever uma série de contextos que envolvam esse novo espaço que se abriu para a comunicação, é preciso também que as empresas estejam conscientes do importante papel que o jornalista representa em nossa sociedade.Mais Jornalista do que CyberSurge agora um novo jornalista, o cyberjornalista, mas é essencial que essa nova figura carregue com ele, muito do que se via dos grandes jornalistas de antigamente.Esse novo profissional tem que ter uma grande bagagem "conhecimento", para poder produzir um texto jornalístico como nos velhos tempos.É preciso contextualizar o factual de agora com o que já se passou, lembrar da importância de checar os fatos, buscar fontes, seguir os caminhos que aprendemos no meio acadêmico.Sites GratuitosMuitos acreditam que os sites com conteúdo informativo gratuito, não duram muito tempo. No início tudo é uma grande novidade para o navegador, depois eles acaba virando rotina, os visitantes desaparecem e junto com eles os anunciantes.Outros acreditam que a gratuidade é apenas uma forma de laçar o futuro consumidor. E ela irá sumir quando os proprietários decidirem que já é o momento de ganhar.Outra questão levantada pelos pesquisadores da informação online é sobre a capacidade do ser humano em absorver o excesso de informação. Para Dominique Wolton, o tempo do homem não é o tempo da mídia e ele condena a "tirania da informação".O uso das tecnologias a serviço da informação online leva alguns pesquisadores franceses à decretar o fim do jornalismo profissional. Segundo os franceses, jornalista é aquele que se sustenta com o jornalismo. Se não precisa de formação, a escolha da mídia não é definida pelo estatuto profissional e assim qualquer um pode se considerar jornalista online e repórter, sem que para isso precise se deslocar da frente do computador. O jornalista virtual seria aquele que descobre pautas, investiga, apura e redige notícias pesquisando o computador. Porém, a credibilidade da informação é questionada devido a sua velocidade.A ASNE (American Society of Newspaper Editor) levantou o problema da credibilidade dos jornalistas. Estudos feitos por esta associação apontam a freqüência de erros gramaticais, no uso da língua e a falta de exatidão das notícias pela pressa na sua divulgação. A ASNE também observou que os leitores acreditam que a imprensa cobre fatos sensacionais não pela sua importância e sim pelo sensacionalismo.De acordo com este estudo, o público pensa que os jornalistas são pressionados a publicar notícias de interesse de alguns grupos. Os leitores querem notícias credíveis e que os jornalistas escrevam sobre os indivíduos e os acontecimentos com equidade e justiça, identificando as fontes.Estes princípios são a base da atividade jornalística que se traduz na busca pela verdade e sua divulgação clara e imparcial. E para que o cyberjornalismo alcance credibilidade, deve definir seus princípios éticos e a sua deontologia enquanto profissão.A produção e distribuição da notícia fizeram com que a informação deixasse de ser exclusividade da empresa jornalística.Os inúmeros sites existentes na internet trazem informações sobre todos os conteúdos: de caráter local como cinema, teatro e trânsito à notícias sofisticadas em tempo real, através de parcerias com companhias que exploram telefonia e empresas que produzem notícias.Os sites comerciais lançados como guias de cultura e entretenimento ou criados para fazer promoções, jogos e concursos com o objetivo de vender algum tipo de produto, em meio a tudo isso, divulga notícias jornalísticas ou informações-serviço. Diante disso, as empresas jornalísticas tomam consciência de que o jornalismo online é uma mídia de proximidade e que têm novos concorrentes.Pesquisas recentes mostram que os consumidores de informações online procuram primeiramente, notícias locais e depois, as globais. Os meios de comunicação precedentes valorizavam a informação global e o webjornalismo privilegia o local. Não há necessidade de enviados para cobrir acontecimentos mundiais, cada um informa do lugar onde se encontra.As empresas tradicionais de imprensa estão se conscientizando do poder da internet, que a cada dia é mais utilizada por internautas na busca de informação e muitas já possuem sites e portais, mas tomam o cuidado de usar nomes diferentes dos grandes jornais impresso que já possuem boa reputação.Enquanto no Brasil a maioria dos jornais atualiza seus sites em fluxos constante de informação, os jornais franceses não adotam esse ritmo. Eles dizem que trabalham para jornais diários cujo ciclo é de 24 horas. A solução para muitosjornais é a terceirização dos serviços onlines e isso cria uma dicotomia entre as redações papel e online.Segundo Olivier Da Lage, membro do Sindicato Nacional dos Jornalistas, o rápido crescimento da oferta de informação na internet pode fazer com que aumente o número de "falsas agências de notícias".Sites IndependentesA imprensa regional, responsável pela produção e distribuição de notícias, hoje divide seu espaço com os sites institucionais e guias locais lançados por grupos independentes. Na França, Alexandre Druyfus lançou o portal webcity.com que é um sucesso entre os jovens.O portal oferece uma estrutura diversificada de informações e serviços, agenda cultural, lazer, entre outros. Portanto, os jornais regionais enfrentam a concorrência oferecendo também guias de cultura e entretenimento. De acordo com o diretor do consórcio Socpresse e Le Figaro, na França Michel Bourguigon, "na guerra dos guias locais, a chave do sucesso é a presença de um suporte escrito que garanta a marca, a confiança e a legitimidade do título" .A imprensa regional francesa está em processo de transição. Pela primeira vez em sua história, suas fronteiras geográficas tradicionais estão explodindo e os jornais estão em situação de concorrência.
Comments:
St0ck For Your Review - FCPG

Current Profile
Faceprint Global Solutions (FCPG)
Current Price $0.15

A U.S. based-company dedicated to the goal of
bringing effective security solutions to the marketplace.

With violent and white-collar terrorism on the rise,
companies are starving for innovative security solutions.


FCPG is set to bring hot new security solutions to
the industry, with currently over 40 governmental and
non-governmental contracts, being negotiated.


Please Review Exactly What this Company Does.

Why consider Faceprint Global Solutions (FCPG)?

Faceprint Global Solutions (FCPG) holds the exclusive
marketing rights from Keyvelop, to sell the world�s
leading encryption technology to be distributed directly
to the Healthcare industry in North America.

Faceprint Global Solutions has completed its biometric
software that recognizes facial features of individuals
entering and leaving through airports, ship yards, banks,
large buildings, etc.

FCPG acquired Montreal-based Apometrix Technologies,
which enhances the companies mission of being a
full-service provider to the multi-application smart
card industry. The North American market appears ready
for significant expansion of price-competitive, proven,
multi-application solutions on smart cards. Apometrix's
forecast of over 300 customers and sales of more than $50
million in North America over the next five years, appears
very realistic, according to company management.


Faceprint Global Solutions is currently in contract negotiations
with over 40 governmental agencies and businesses seeking to use
their encryption, biometric, and smart-card technologies.

Breaking News for Faceprint Global Solutions (FCPG)

Faceprint Global Solutions (FCPG) is pleased to announce that
IBM will now offer the world�s leading encryption software to
its major Healthcare clients in North America.


With FCPG owning the exclusive North American rights to distribute
the worlds leading encryption and transmission software developed by
Keyvelop, FCPG is poised to capture large volumes of sales generated
by customers currently using IBM�s software in the healthcare and other
industries.


�This is a very positive move for FCPG and for Keyvelop,� said FCPG
CEO Pierre Cote. �We are very happy about the decision to go with IBM.
This is a continuation of the progress made by everyone associated
with FCPG and its partners.�

Buell Duncan, IBM's general manager of ISV & Developer Relations commented,
�Collaborating with Keyvelop will ensure that we develop open solutions that
are easy to maintain and cost effective for our customers in the healthcare
and life sciences industry.�

Among other things, this new software technology which is currently
being used by a number of European healthcare companies, is used to
send any file, regardless of format or size. Encryption keys, evidence
of transmission integrity with fingerprint calculation, time-stamping
of all actions and status record updating, pre-checking sender and
receiver identities, validating file opening dates are part of Keyvelop features.

About FacePrint Global Solutions, Inc.

FCPG operates a business, which develops and delivers a variety of
technology solutions, including biometric software applications on
smart cards and other support mediums (apometric solutions). FCPG�s
products provide biometric solutions for identity authentication and a
host of smart card- and biometrics-related hardware peripherals and
software applications. Apometrix, FCPG�s wholly-owned subsidiary,
combines on-card or in-chip multi-application management solutions
with best-of-breed �in-card matching� biometrics. Keyvelop�s secure
digital envelope solution and Apometrix�s on-card biometrics work
together to produce the winning combination in the fields of security,
traceability and identity management.

Conclusion:

The examples above show the Awesome, Earning Potential of little known
Companies That Explode onto Investor�s Radar Screens. This sto,ck will
not be a Secret for long. Then You May Feel the Desire to Act Right Now!
And Please Watch This One Trade!

GO FCPG!

Disclaimer:
Information within this email contains "forward |ooking statements" within
the meaning of Section 27Aof the Securities Act of 1933 and Section 21B of
the Securities Exchange Act of 1934. Any statements that express or involve
discussions with respect to predictions, expectations, beliefs, plans,
projections, objectives, goals, assumptions or future events or performance
are not statements of historical fact and may be "forward |ooking statements".
"Forward |ooking statements" are based on expectations, estimates and projections
at the time the statements are made that involve a number of risks and uncertainties
which could cause actual results or events to differ materially from those presently
anticipated. We were paid a sum of three thousand USD to disseminate this information
from ir marketing. Forward loking statements in this action may be identified through
the use of words such as "projects", "foresee", "expects", "will", "anticipates",
"estimates", "believes", "understands" or that by statements indicating
certain actions "may", "could", or "might" occur. Risk factors include
general economic and business conditions, the ability to acquire and develop
specific projects, the ability to fund operations and changes in consumer and
business consumption habits and other factors over which the company has little
or no control. The publisher of this newsletter does not represent that the
information contained herein are true and correct.
 
I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. My blog is just about my day to day life, as a park ranger. So please Click Here To Read My Blog

http://www.juicyfruiter.blogspot.com
 
Do you want free porn? Contact my AIM SN 'abunnyinpink' just say 'give me some pics now!'.

No age verification required, totally free! Just send an instant message to AIM screen name "abunnyinpink".

Any message you send is fine!

AIM abuse can be reported here.
 
Get any Desired College Degree, In less then 2 weeks.

Call this number now 24 hours a day 7 days a week (413) 208-3069

Get these Degrees NOW!!!

"BA", "BSc", "MA", "MSc", "MBA", "PHD",

Get everything within 2 weeks.
100% verifiable, this is a real deal

Act now you owe it to your future.

(413) 208-3069 call now 24 hours a day, 7 days a week.
 
Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?